Domingo, 16 de Janeiro de 2022 19:06
83 991878740
Dólar comercial R$ 5,53 0%
Euro R$ 6,31 -0.001%
Peso Argentino R$ 0,05 +0.052%
Bitcoin R$ 251.669,86 -0.58%
Bovespa 106.966,27 pontos +1.36%
Economia PREGÃO

Petrobras começa o ano como empresa mais valiosa da América Latina

Em reais, o valor de mercado da Petrobras atingiu R$ 401 bilhões.

05/01/2022 15h40
Por: Redação Fonte: G1
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Petrobras começou o ano como a empresa da empresa da América Latina com o maior valor de mercado. A estatal fechou o pregão de terça-feira (4) avaliada em US$ 70,6 bilhões (o equivalente a R$ 401 bilhões), segundo levantamento da provedora de informações financeiras Economatica.

A petroleira ocupa a liderança desde o dia 27 de dezembro, quando superou a América Móvil do México, que segue na vice-liderança, com valor de mercado de US$ 69,3 bilhões, considerando a cotação de fechamento das ações do dia 4.

A mineradora brasileira Vale ocupa a 3ª posição, seguida pela Walmart México e pelo Mercado Livre, que tem sede na Argentina.

O Nubank, que abriu capital no fina do ano passado, aparece no 7º lugar, à frente da Ambev e do Itaú. Veja ranking abaixo:

Empresas mais valiosas da América Latina

  • Petrobras: US$ 70,6 bilhões
  • América Móvil: US$ 69,3 bilhões
  • Vale: US$ 66,4 bilhõe
  • Walmart do México: US$ 62,6 bilhões
  • Mercado Livre: US$ 61,3 bilhões
  • Marvel Technology Solutions: US$ 59,7 bilhões
  • Nubank com US$ 44,8 bilhões
  • Ambev: US$ 42,4 bilhões
  • Itaú Unibanco: US$ 36 bilhões
  • Grupo México: US$ 33,5 bilhões

Valorização da Petrobras

Em reais, o valor de mercado da Petrobras atingiu R$ 401 bilhões no fechamento do dia 4 de janeiro, de acordo com o levantamento da Economatica.

As ações da Petrobras acumularam alta de mais de 30% em 2021, na esteira da elevação dos preços internacionais do Petróleo.

No início do governo Bolsonaro, valia na bolsa R$ 316 bilhões. Em maio de 2008, porém, chegou a valer R$ 510 bilhões.

Empresas brasileiras mais valiosas da B3

  • Petrobras: R$ 401,1 bilhões
  • Vale: R$ 377 bilhões
  • Ambev: R$ 240,9 bilhões
  • Itaú Unibanco: R$ 204,8 bilhões
  • Bradesco: R$ 176,3 bilhões
  • Weg: R$ 133,6 bilhões
  • Santander Brasil: R$ 115,3 bilhões
  • JBS: R$ 86 bilhões
  • Rede D'Or: R$ 84,5 bilhões
  • BTG: R$ 83,7 bilhões
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias