Sábado, 27 de Novembro de 2021 17:13
83 991878740
Política CASSAÇÃO

Câmara de Conde aguarda notificação da Justiça para empossar Márcia Lucena

De acordo com a juíza, Karla cometeu a prática de abuso de poder econômico.

22/10/2021 10h19
Por: Redação
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Câmara Municipal do Conde divulgou uma nota nesta quinta-feira (21) sobre a cassação da prefeita Karla Pimentel e do vice-prefeito José Ronaldo Vieira Sales Júnior. Segundo o órgão legislativo, os vereadores aguardam uma notificação da juíza da 3ª Zona de Santa Rita, Lilian Frassinetti Correia Cananea, para realizar Sessão Solene de Posse à ex-prefeita Márcia Lucena, que ficou em segundo lugar nas eleições de 2020.

De acordo com a juíza, Karla cometeu a prática de abuso de poder econômico nas contas da campanha que foram prestadas à Justiça Eleitoral.

"Foram apuradas a existência de serviços prestados na modalidade de propaganda e publicidade que incorreram em despesas no montante de R$ 9.784,38, não registradas na prestação de contas ao final da campanha, mas em prestação de contas retificadora", tendo sido comprovado ainda que "o pagamento de despesas de propaganda e publicidade feito diretamente pela candidata, não permite identificar a verdadeira origem dos recursos recebidos no curso da campanha, trazendo dúvidas acerca da regularidade da movimentação financeira", diz trecho da decisão.

No processo, a defesa da prefeita atual defendeu que as irregularidades nas contas de campanha não influenciaram no resultado das eleições. Em nota, Karla Pimentel disse que foi supreendida com a decisão e que está tomando "todas as providências cabíveis para que a verdade seja restabelecida". 

"A decisão proferida fundamentou-se em supostas falhas apresentadas na prestação de contas de campanha, referente a um valor de pouco mais de R$ 9.000 (nove mil reais), o qual já foi apresentado no respectivo processo de prestação de contas, com a devida retificação", afirmou Karla.

Para Márcia Lucena, "a justiça está começando a ser feita" e a chapa da adversária teve uma "prática política completamente fora da lei". "Estou muito satisfeita com o trabalho da Justiça Eleitoral, que expõe para a população do Conde e de toda a Paraíba os efeitos de uma prática política completamente fora da lei, completamente fora dos ritos legais", disse. Ela espera ser convocada pela Câmara do Conde para tomar posse como prefeita da cidade.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias