Segunda, 27 de Setembro de 2021
83 991878740
Política PARCERIA

Incra e Exército firmam parceria para perfuração de poços em assentamentos na PB

As obras serão realizadas pelo 3° Batalhão de Engenharia de Construção.

10/09/2021 10h08 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação
Foto: Ascom Incra/PB
Foto: Ascom Incra/PB

O Incra na Paraíba assinou nessa quinta-feira (09) um Termo de Execução Descentralizada (TED) com o Exército para a perfuração de 97 poços artesianos em 49 assentamentos da reforma agrária localizados em 19 municípios do estado. A parceria foi firmada na sede do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em Brasília, e prevê a descentralização de cerca de R$ 6 milhões em dois anos.

As obras serão realizadas pelo 3° Batalhão de Engenharia de Construção (BEC), localizado em Picos, no Piauí, que é subordinado ao 1º Grupamento de Engenharia (1º Gpt E), sediado em João Pessoa.  

O objetivo do TED é perfurar e instalar poços tubulares em assentamentos da reforma agrária paraibanos, visando uma solução alternativa coletiva de abastecimento simplificado de água por meio da disponibilização de fontes de água para consumo humano.

Participaram da solenidade de assinatura do TED a ministra Tereza Cristina, o secretário nacional de assuntos fundiários, Nabhan Garcia, o presidente do Incra, Geraldo Melo Filho, o superintendente regional do Incra/PB, Kleyber Nóbrega, o chefe do Departamento de Engenharia e Construção responsável pela Unidade Descentralizada, General do Exército Júlio Cesar de Arruda, e o diretor de Obras de Cooperação em Brasília, General de Brigada Rogério Cetrim de Siqueira.

De acordo com o superintendente do Incra/PB, foram priorizados os assentamentos que integram o Plano AgroNordeste nas regiões do Cariri e do Curimataú, além de áreas no Sertão, que possuem dificuldades hídricas.

Plano AgroNordeste

O Plano AgroNordeste, lançado pelo Mapa em outubro de 2019, tem como finalidade impulsionar o desenvolvimento econômico, social e sustentável do meio rural dos nove estados do Nordeste e de parte de Minas Gerais.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias