Sexta, 12 de Julho de 2024 11:07
83993941578
Brasil DECLARAÇÃO

Governo tem dificuldade de implementar sua agenda, diz Dirceu

Dirceu avaliou que não há um erro do Planalto, mas sim que há muita divergência por conta de interesses.

08/07/2024 09h17 Atualizada há 4 dias
Por: Redação
Foto: reprodução/TV BAND
Foto: reprodução/TV BAND

O Canal Livre da Band desta semana recebeu José Dirceu, ex-deputado e ex-ministro chefe da Casa Civil. Dirceu, que esteve no primeiro mandato de Luís Inácio Lula da Silva, comentou sobre o novo mandato do presidente. Segundo o ex-ministro, o atual governo por não ter a maioria no Congresso, tem dificuldade de implementar sua agenda.

“Ele (Lula) tem um Congresso onde o seu partido e os partidos que o apoiaram são minoria. Se nós separarmos 90 deputados do PL e 130 da centro-esquerda, tem 300 votos na Câmara, de certa forma liderados pelo Arthur Lira. Então, o governo em minoria no Congresso tem dificuldade de implementar sua agenda. Com o presidencialismo brasileiro, que passa a ter um Congresso com um poder a partir das emendas impositivas, e um quadro partidário e um sistema político eleitoral é impraticável”, disse.

Perguntado sobre a articulação do Governo com o Congresso, Dirceu avaliou que não há um erro do Planalto, mas sim que há muita divergência por conta de interesses.

“Eu não vejo erro de articulação por que formar maioria numa Câmara como essa é difícil. A situação levou o PP e o PR a ser base do governo! Se nós falássemos isso aqui há 2 anos, diriam: o Zé Dirceu bebeu demais antes de vir aqui. Mas é a realidade do país. É muito difícil fazer articulação política pois as pautas geram divergência, porque no Brasil mudou o ponto de vista dos partidos políticos. Hoje, seja educação, seja saúde, seja política monetária, cambial, fiscal, seja a reforma tributária, os partidos têm posições e representam interesses”, finalizou.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias