Segunda, 24 de Junho de 2024 06:05
83993941578
Brasil MILAGRE ?

VÍDEO | ‘Bíblias intactas’, diz freira em visita a igreja inundada no Rio Grande do Sul

Alguns objetos estavam revirados, enquanto outros sequer haviam sido movidos do lugar, mesmo com a força da água

11/06/2024 14h56 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação
Foto: reprodução
Foto: reprodução

Bíblias, imagens e o altar da Capela São Miguel, em Eldorado do Sul, no Rio Grande do Sul, foram encontrados intactos por religiosos, mesmo depois de o local ter sido inundado pelas enchentes que atingiram o estado. A marca da inundação estava visível na parede, a cerca de três metros de altura, na primeira visita dos religiosos após a catástrofe.

Alguns objetos estavam revirados, enquanto outros sequer haviam sido movidos do lugar, mesmo com a força da água. “Gente, a Capela São Miguel foi completamente inundada, você tá vendo a marca ali, quase três metros e tudo revirado. Mostramos ali o altar, com a Virgem Imaculada Conceição Aparecida e São Miguel que não foi movido. Estão ali”, disse a irmã Kelly, em vídeo publicado nas redes sociais.

“Os bancos estão todos revirados, sendo eles de um peso muito maior”, destacou. “E aqui no altar é incrível: o banco, as águas moveram os bancos, está ali sobre o altar, mas nenhuma peça do altar foi movida, está ali. Os castiçais estão ali e a cruz de Cristo que foi coberta também pela água, devia ter, mas está ali também sobre o altar, está intacta ali. Essas Bíblias foram encontradas intactas também, sem nenhuma gotinha da água, sequinha, sequinha”, completou.

Após 40 dias desde o início da catástrofe climática, o Rio Grande do Sul ainda tem 478 municípios afetados e mais de 423,4 mil pessoas desalojadas de suas casas. Outras 18,8 mil seguem em abrigos provisórios.

CONFIRA O VÍDEO

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por POLÍTICA JP (@politicajp)

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias