Segunda, 24 de Junho de 2024 07:42
83993941578
Política DECISÃO

STF rejeita recurso e mantém Márcio Roberto fora da Assembleia Legislativa da PB

O julgamento eletrônico do recurso teve início dia 31 de maio e termina hoje.

10/06/2024 16h39 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação
Foto: reprodução
Foto: reprodução

O Supremo Tribunal Federal (STF) concluiu, na tarde desta segunda-feira (10), o julgamento eletrônico de recurso ajuizado pela defesa do ex-deputado estadual Márcio Roberto (Republicanos), e decidiu por maioria de votos pela manutenção da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que indeferiu o registro de candidatura do ex-prefeito de São Bento à Assembleia Legislativa da Paraíba nas eleições de 2022.

O último a votar foi o ministro Gilmar Mendes, que se posicionou contrário ao recurso. Ele seguiu o entendimento do relator, ministro André Mendonça e do ministro Edson Fachin. Apenas o ministro Nunes Marques divergiu e apresentou voto pelo provimento ao agravo apresentado por Márcio Roberto. Já o presidente da Segunda Turma do STF, ministro Dias Toffoli, se averbou suspeito de atuar no caso.

O julgamento eletrônico do recurso teve início dia 31 de maio e termina hoje.

VEJA TAMBÉM

BASTIDORES | Disputa pela Prefeitura de JP terá 'dois Cartaxos' em campos opostos; Entenda

Com o entendimento formado pela maioria dos ministros, Bosco Carneiro (Republicanos) permanece como deputado estadual titular na Assembleia Legislativa da Paraíba.

Márcio Roberto obteve 40.909 votos nas eleições de 2022, mas foi impedido de assumir vaga na Casa de Epitácio Pessoa por determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O Ministério Público Eleitoral alegou que Márcio Roberto estava inelegível para disputar o cargo de deputado estadual em decorrência de irregularidades nas contas enquanto esteve no mandato de prefeito e condenação por improbidade administrativa.

VEJA TAMBÉM

Nunes Marques vota a favor de que Márcio Roberto tome posse na ALPB

Ministro vota contra posse de Márcio Roberto na ALPB; STF segue julgamento

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias